Marcas Únicas: Efeito Constrate

MARCAS ÚNICAS: EFEITO CONSTRASTE

Uma marca pode ser sufocada pela multidão de mesmice e lugar-comum. Nesta série, apresentamos alguns aspectos relevantes sobre construção de marcas e o entendimento sobre sua percepção. O pequeno ensaio a seguir trata sobre efeito de contraste.

O que é um ponto vermelho sobre um fundo branco? Chapeuzinho Vermelho perdida no Ártico. E o que é um ponto branco sobre um fundo vermelho? Um apaixonado santista perdido no meio da torcida do Internacional de Porto Alegre. Em ambos os casos, nos deparamos com a constatação de que a ordem dos fatores não altera o produto diante do efeito de contraste. E também constatamos que Chapeuzinho Vermelho se perderia em meio à torcida do Colorado; e jamais o santista seria encontrado no Ártico. Em ambos os casos, estamos diante de cenas non sense. Assim, nenhuma implicação de sentido ou valor emerge.

O efeito de contraste revela sua verdadeira dimensão ao notarmos, numa festa, um grupo heterogêneo de mulheres, incoscientemente, vestindo, para a ocasião, o mesmo modelo de vestido vermelho. E os olhares furiosos e fumegantes de uma para outra revelam indignação e inveja, mas, sobretudo, revelam a total falta de originalidade e personalidade do grupo uniformizado. Vale destacar: poderia ser um grupo de homens vestidos de terno roxo com gravata amarela. Igualmente, seriam vistos como sujeitos sem imaginação e presença de espírito.

E a pergunta que grita ao nossos ouvidos: o que leva alguém a se vestir igual ou se camuflar na multidão? Medo de chamar para si a atenção e os consequentes bons e maus olhares, admiração e inveja. Todos amam ser admirados. No entanto, a inveja é prima-irmã do vento e o vento palavras leva e palavras de inveja difamam etc. e tal.

Assim, por cômoda segurança do anonimato, o indivíduo decide por se misturar à multidão. Da mesma forma que não vai se destacar para os elogios, passará desapercebido pelas críticas. E agora encontramos a maior das contradições no mundo das marcas: seu negócio, empresa ou projeto nasceu para de destacar ou para sucumbir ao anonimato? Ao buscar um logotipo ou padrão de comunicação igual ao daquela empresa que deu “super certo”, o empreendedor está apenas fugindo ao seu protagonismo. A importância de investir em um projeto de marca bem posicionado e contrastante permite assumir o local do formador de opinião. Imagine se todos os bancos utilizassem a cor azul por ser a cor da “segurança” ou todos os restaurantes mexicanos tivessem sombreiro no logotipo porque o “princípio” de que “assim funciona a categoria do meu negócio” determina que assim seja feito.

Assumir o local de destaque é o primeiro passo para ser o pioneiro e o “dono da ideia”. Qual ideia? Bem, o efeito de contraste é mais um mecanismo formal do que de conteúdo. Escolher por constrastar da multidão é o começo. Entender o gosto das pessoas ou saber o que elas querem ouvir é outra história.

PRÓXIMO CAPÍTULO: A VERDADE!